PLANTAS EM CASA: TERRÁRIOS!

capa

Para aprofundar um pouco mais nosso assunto sobre suculentas, hoje bolamos um post sobre uma das formas mais legais de organizar plantinhas: OS TERRÁRIOS! Eles são uma opção muito linda de compor e mesclar plantinhas diferentes. O legal é que aqui conseguimos utilizar não apenas as suculentas, mas combiná-las com outras espécies que convivem bem juntas.


Conversamos com o pessoal da Quintal Urbano aqui de Curitiba, que faz arranjos e peças lindas com suculentas e outras plantinhas… Olhem só as dicas que eles nos deram sobre os terrários:
“Os terrários são recipientes decorativos, que abrigam pequenos ecossistemas e permitem uma observação do comportamento das plantas de maneira natural. As suculentas são plantas ótimas para utilizarmos em terrários, precisam de pouca quantidade de água e apresentam diferentes formas e cores, permitindo diversas composições. Quando montamos um terrário, pensamos inicialmente no formato e no tamanho do recipiente e depois selecionamos plantas de tamanhos adequados. Para uma boa composição, escolhemos plantas de diferentes alturas, cores e formas, e as posicionamos de maneira a criar uma volumetria harmoniosa, destacando alguma suculenta ou planta maior ou com uma tonalidade diferente. Deixamos alguns espaços somente com plantas baixas, que formam uma forração. Para criar este destaque pode-se deixar a terra desnivelada, com uma inclinação, deixando algumas plantas em um nível mais alto e permitindo uma melhor visão do conjunto. As condições do ambiente são fundamentais para o desenvolvimento das plantas e o comportamento delas irá variar de acordo com estas condições. Muitas vezes, quando há pouca iluminação, as suculentas que são baixas podem ficar altas e crescerem inclinadas na direção da luz. Outro fator importante é a quantidade de água, por ser um recipiente que não permite vazão, a água fica concentrada na terra e pode apodrecer as plantas quando colocada em excesso. Um terrário precisa de menos água que um vaso comum.”

TERRÁREO
Bacana, né?? Além de terrários, eles fazem também outras peças maravilhosas, como as gaiolas com plantinhas e jardins verticais! Vale a pena conhecer o trabalho! Nossa preferida, com certeza, é a LUMISFERA: uma luminária de mesa com cúpula em tecido sobre um vaso com um pequeno terrário. Olhem que maravilhosa com uma orquídea dentro!!

lumisfera

Para quem quer montar seu próprio terrário em casa, separamos algumas dicas:

terrarios-cuidados

O primeiro passo é saber que você pode escolher montar um terrário abertos ou fechados, sempre lembrando que o ideal é escolher plantas com a mesma necessidade hídrica. As plantinhas mais comuns nos  terrário abertos são os cactos e suculentas, mas nada impede que sejam outros tipos de plantas. Por serem abertos, a água vai evaporar quase normalmente, então as regas podem ser  mais frequentes. Já nos terrários fechados, a umidade costuma ser alta, pois a água da rega vai evaporar, condensar e escorrer para o substrato. Então este tipo de terrário pede plantas que tolerem e  apreciem a alta umidade. Escolhido o tipo de terrário que você vai construir, leve em consideração o seguinte:
*** As plantas escolhidas devem ter necessidade de água e luz semelhantes, para que convivam bem!
*** As plantinhas precisarão ser de pequeno porte, mesmo depois de adultas. Isso para facilitar as podas e manutenção.
***  Use sua criatividade! Combine plantas com diferentes alturas, cores e tamanhos de folhas, para seu mini jardim ficar  gracioso e interessante!
***  Locais mais iluminados permitem o uso de plantas com flores, já os mais sombreados e frescos são ideais para folhagens e musgos.

Que tal colocar a mão na massa e montar o seu?? Separamos algumas inspirações e ideias!

basicos bule
d1e4a26f912f313225af89221648f52bmini-orquideas terrario-suspenso wabisabi-4
geometricos

Gostaram?? Semana que vem vai ser nosso último post sobre plantinhas para dentro de casa! Quem tiver sugestões de temas que gostariam de ver aqui no blog, escreve para nós!!

Beijos e até semana que vem!

ana e carol

 

Ana e Carol